Chico


Chico, não me espere que hoje eu não venho para jantar. Congele Chiquinho, não se importe com o meu café. Hoje eu vou jogar vermelhos sobrepostos pelos brancos do universo (pra lembrar de você), já que eu não vou mais te ver. Chico reconsidere que ideia é essa de não sair daqui. Chico, seja breve: não me desespere! Hoje eu vou passar vinte e quatro horas de tensão (pra lembrar de você), já que eu não vou mais te ver. E aí, o mundo inteiro se pergunta em vão: " - Por que que algumas coisas nunca mais serão?" ou " - Por que o tempo não parou pra nós?".
São Dez, Vinte... Trinta anos e tudo passa tão veloz.

Água pro café, manteiga para o pão: esquece tudo agora, eu vou embora não se despeça não.
Vela pra benzer, chá mate com limão. Joga a carta certa e fecha a canastra no meu coração

#ADP TC

CONVERSATION

1 comentários:

Back
to top