de mim, por mim.

Imagina. Eu. Resumo. Matéria-prima. Frio, muito frio. Pra sempre meu, Caio Fernando Abreu. Montanha-russa. Domingo a tarde. Lápis e papel. Preciso cantar e escrever. Tanto faz. Orgulho. Tempo. Arrependimento. Falta de tempo. Curry. Não me venha com cor de rosa. Dias de chuva. Óculos e barba por fazer. All star. Ah, os lunáticos. Arrogância e prepotência. Doce, doce solidão. Não, eu não quero sorvete e nem gosto de ventilador. Relógios. Tempo? Só vivo com música. Noite. Café da tarde. Nando Reis. Amarelo lero. Tatuagem. Pra que dizer tanto clichê? Contradição. The last time I saw you. Bolinhas. Vasto Devaneio. Dona de mim. Filha e sobrinha da minha amiga. Larissa. Ou será que também é a Lucinda? Acordar cedo. Mãe eu quero Brocolis. Jude Law. Só pra rimar com espiral. Pra que morangos se eu tenho melancia? Por mim, Iggy Pop não existiria. Rimas Fáceis de bermuda. Tanto faz mais uma vez. Xadrez ou será que é frago com amendoim? Fone de ouvido. Gen, pés descalços. Dobradura. Eu tenho medo de Sol. Quero mesmo é mudar de opnião. Credo, pra que existe pé? Odeio flor. Fujimori Sasso. Dispenso formalidade. Eu gosto mesmo é de segunda-feira. Já dizia pra ser doce. Não, obrigada.

CONVERSATION

2 comentários:

Back
to top