Faz parte

Eu fico me perguntando até quando eu vou continuar falando "Tudo bem, faz parte!". Tenho visto que preciso viver a vida, mas sem saber como. Na verdade, eu sei e todos sabem que a gente tem tanta coisa pra fazer e nem sabe o que, e fica se doendo por pessoas e coisas que não deveriamos nos importar. Nós somos muito maiores que isso. Eu ando sem medo e com uma mente cada vez mais leve. Vivendo com o que acredito ser e fazendo o que me dá vontade. Eu sei que minha verdadeira força dorme atrás dos meus olhos, mas eu não posso vendê-los a dor. Porém, nem tudo faz parte assim. Não faz parte ter que ver a vida passar e não mover nada para mudá-la. Não faz parte aguentar as doses que meu pai vira todos os sábados só porque minha mãe diz que, por trás disso ele é um bom homem. Não faz parte ter que ver a sua amiga te fazer de trouxa achando que você não sabia das coisas que ela fazia, mas que por respeito, fingiu não saber. Não faz parte ver quem você quer, todos os dias diante de você e simplesmente não saber o que falar para trazer esse alguém para perto de si. Talvez meu maior erro seja acreditar que tudo faz parte. O que realmente deveria ser parte é chegar em casa e dar um abraço nos meus pais e dizer que os amo. Seria parte a amiga não te trair pelas costas, porque ela realmente era a única que entenderia que o 'faz parte' vem com o tempo. Seria parte encontrar quem você quer e a graça invadir o teu rosto simplesmente porque ele sorriu para você. Isso sim faria parte. No fim, eu me contorço com tanta certeza, passo por mudanças e tanto esforço só para expor ao mundo que nada do que tenho faz parte, já que não acredito na discussão das minhas vontades e manias, mas sim do que realmente é me dado, por direito ou indiretamente por alguém. Quando entender o que estou querendo dizer nesses ultimos dias, de pouco me irá servir, porque já será tempo demais para algo que não mais me fará parte.

CONVERSATION

3 comentários:

  1. as vezes vc é rude demais com as palavras clarinha, coitada da amiga que vc cita.

    ResponderExcluir
  2. Olá Clara, queria muito menina conversar contigo, saber mais de onde vem tanta sinceridade e radicalidade...Tuas palavras me tocam, me fazem lembrar de um tempo que já passou...

    Somos todos seres humanos, todos erramos e poucos se expressam assim como você.
    E por mais dura que seja a vida,a vida é apenas vida. Não há motivos pra temer, somos aquilo que conseguimos ser, e seja como for dentro de
    cada imperfeição somos perfeitos...

    E sim, algumas coisas são parte de algo, porém nem tudo faz parte...!

    Te desejo serenidade, e paciência, afinal tudo passa, mesmo que durante a duração pareça eterno.

    Um beijo de carinho, de uma Fã...



    P.S.: Esse é meu baby, http://apenasmaisumcorao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Poooo! Até fã essa menina tem, hein? ta estourada!
    Beijo Aninha!

    ResponderExcluir

Back
to top