Não posso mais

Não vou me enganar, eu não posso mais fazer isso. Eu vejo teus dentes branquinhos toda vez que acordo e é como se o mundo parasse de rodar. Vejo tuas mãos quentes e macias me trazerem companhia mesmo quando você toma um porre pra esquecer dos teus problemas. Vejo em você toda a arrogancia e prepotencia de alguem que ainda não cresceu mais que me ensina a manter os pés no chão. Veja bem, meu bem. Ainda continuo a cair em contradição. Essa ciranda de acontecimentos que se repetem, eu finjo esquecer, finjo não me importar mas eu não posso continuar a me enganar. Não mais. Eu quis tanto... tanto ser a mulher certa pra você que esqueci de mim. Esqueci que eu ainda tenho tanta coisa pra viver... e que você foi apenas o homem certo pro meu coração. Certo até o momento errado. Eu vejo você sumir todos os dias bem cedinho, com perfume no pulso a me debater com seus ombros. Eu vejo tudo isso e continuo a me enganar. Eu não posso mais.

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top