Pra casa


Queria ir pra casa, pra poder chorar o quanto fosse necessário, tirar essa coisa que tá no meio peito, essa coisa sem sentido e sem razão que não deixa eu me concentrar direito. Queria falar tudo o que passa na minha cabeça quando alguém me trata mal, mas é como se uma força superior não-divina me calasse, não deixando eu pagar na mesma moeda. Queria que fosse diferente, que não doesse tanto. Queria não me ferir com todas as palavras. Mas agora, agora... agora eu queria ir pra casa e esquecer de mim.


(como se eu já não fizesse isso);

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top