Mais Exato


Eu sonho com teu sorriso e me atravesso.
Só penso no seu nome e não confesso.
Eu mudo e o mundo mudo sem palavras, pra te trazer a rima mais discreta

Esqueço do passado por direito. Toda escolha feita tem seu preço.
Mas não se tem dominio do destino...
E eu presa nos teus braços ainda uma menina

De longe, voce foi o mais exato. De perto, a minha porta mais aberta.
Do seu mundo eu levo a foto inalterada. Do teu sorriso, a polegada mais discreta.

A dúvida foi sempre a mais bruta, com a ironia que nos livra a culpa.
Meus olhos e os teus olhos na mesma luta de um laço inquieto com o mesmo inimigo

Toda escolha feita tem seu preço. Mas não se foge nunca de si mesmo.
E eu fui correr (estou correndo) o mundo de castigo.
Com os olhos sempre presos no espelho.

sempre presos.

CONVERSATION

3 comentários:

  1. Clarinha, tá foda seu blog. Tem textos fantásticos aqui. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Back
to top