(:

É normal eu querer me apegar a você, te trazer pros meus dias, fazer você ver formas e cores num só beijo e dizer lentamente o quanto te desejo. Um bom histórico, por sinal. Mas essa necessidade, essa vontade de fazer o mundo acreditar que te quero pelo simples cumprimento com o destino, dando as costas pra razão e pro dia que você aprendeu a ler. Dane-se o destino, o acaso ou o grau de parentesco inexistente. É aquele lance: eu quero, mas não devo. Nada além do que um simples orgulho mal curado, mal esquecido. Mas sabe o que é? Cansei desse ciclo de sentimentos que sempre acabam em nada. Então, resolvi deixar pra lá. Não há com que se preocupar. Não vou me apegar, nem te querer. Ok, vou te querer como nunca, vou te esperar a qualquer hora e te desejar dia após dia. Mas pra que correr atrás, se eu posso ficar aqui olhando você sorrir pra mim?

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top