Quando eu era pequena, eu lembro que eu vivia girando com a cabeça pra baixo e os olhos fechados com vontade de não parar nunca, porque era a melhor sensação que eu podia sentir. Eu queria entender se era o mundo que girava ou se era eu quem o fazia girar. Hoje, eu continuo fazendo a mesma coisa e ainda não achei a resposta para tais duvidas. Talvez eu só queira continuar rodando pra não ter que ver o tempo passar. Ou, simplesmente, eu só queira rodar pra poder ter todo o mundo em um único lugar. Mas na verdade, eu só quero fechar os olhos, rodar e sentir o pensamento se perder em tontura.

CONVERSATION

1 comentários:

Back
to top