Tua graça tão Minha

Se fosse fácil escolher por quem se apaixonar, para quem seus olhos vão brilhar ou por quem seu coração vai bater mais forte, não teria tanta graça. Essa mesma graça de poder andar todas as noites do seu lado e nunca cansar de dizer o quanto queria andar no parapeito do elevado para a 23 de maio ou de me rodear em pensamentos e nenhum deles se transformar em palavras para puxar um assunto qualquer. É a graça te ver sorrindo com as covinhas do rosto quando me pega olhando para você, com as bochechas ficando cada vez mais quentes e avermelhadas por não saber como desviar esse olhar. É a graça de só ter passado os olhos sobre você, tão quietinho e distante do outro lado, e sentir paixão por cada movimento, cada palavra e riso que tinha para se apresentar. De mesmo sem saber seu nome ou endereço, já ter imaginado o quanto seria bom ter-te ao meu lado nos próximos meses. É de não querer chamar a sua atenção, mas esperar que note cada e qualquer esquina que entro. É de olhar pra você, é de sorrir pra você e poder sentir, com toda a sua graça, que paixão não tem mesmo remédio.

CONVERSATION

2 comentários:

Back
to top