Encanto até que ponto ?

Sorriso perfeito.
Olhos tão calmos.
Uma boa altura, por sinal.
Um terninho fechado que se não me falha a memória,
azul.
Azul marinho com botões no 'pulso'.
Uma alegria estonteante.
Um, dois, três gostos em comum.
Uma simpátia sem tamanho.
Apenas uma hora de convivio.
Um simples, prazer.
Uma voz segura.
Um jeito singular de ser.
Uma boa aparência.
(boa até demais)
Estranho. Muito estranho.
Sentando ali no chão, ao meu lado, eu queria impedir os sorrisos. Mas isso não viria tão facilmente. Eu não conseguia parar de olhar.
Não, não pela beleza.
Acho talvez pela aproximidade de gostos, de jeito de falar, de jeito de se expressar. Não sei.
E eu queria.
Eu olhei dentre aqueles olhos.
Tão calmos.
Tão expressivos.
Tão cheios de vida.
Tão encantadores.
Tão reais.
Tão belos.
É, não sei até que ponto está indo esse encantamento.
Sei lá, perdeu-se nas horas.
Passa na minha mente, como se eu estivesse ali novamente.
Sentada numa poltrona verde,
olhando para uma vida antes nunca notada.
Antes nunca conhecida.
Encantou-me com a simplicidade de segundos que passam a todo momento.
E eu não quero esquecer.
Encantador demais
demais, demais.

CONVERSATION

2 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHA
    Pode crer. muita sorte!
    Falei dele no meu blog meu. Mó moral!

    ResponderExcluir

Back
to top