Sorrir.
Não consigo;
parar...

tempos atrás isso era tão inoportuno
e tão distante que pensei nunca mais
sorrir de novo.
tão pouco importando se era vago ou não.
Mas nunca é tempo demais
e nada é para sempre,
nem mesmo as lágrimas muito menos a tristeza.

Pareço ter tido uma nova chance
de provar a mim que posso, e devo
sorrir.
E não sei falar de outra coisa,
nesse exato momento a não ser isto!
Esta é a verdade,
e eu a quero agora.

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top