Bem vindo, ano novo

Lembro que li de um amigo, que cada aniversário era como se fosse um ano novo. Isso faz muito tempo, nunca tinha entendido muito bem. Antes de dormir ontem, eu fui parar pra pensar que 19 anos poderiam muito bem ser o meu ano novo. Eu que não queria acordar nesse ultimo dia treze, por conta de tudo o que vivi nos 18. Pobre imaturidade, falta de atenção para com as coisas que ainda tenho que viver. Se fosse fazer uma retrospectiva desse ano que passou, diria que foi intenso desde o primeiro segundo até o último. Repito quantas vezes forem necessárias o quanto fui feliz, o quanto vivi cada segundo não desejando mais que isso. Essas coisas de 'estar com quem queria, fazer o que deveria' se encaixam super bem nos meus dezoitos anos, mas acho que daqui pra frente meu metabolismo começa a desacelerar, meu corpo padece e minha 'cabeça' quer cada vez mais se manter sadia. Tudo, tudo o que eu fiz só me deram a certeza de que vivi intensamente. A todos que acrescentaram algo em minha vida, mesmo os que não estão presentes como eu gostaria... e a tudo o que me fez ser. Que seja um ótimo ano. E que eu não me entregue sem antes entender todos os 'porquês'

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top