Vejo as nuvens indo embora e isso não é suficiente.
Você é o único aqui , agora.
O Sol queimando, trazendo um novo dia
e eu me perguntando sobre sua significancia em minha vida.
Se eu soubesse a resposta, eu deixaria de te desejar.

O problema é essa solidão,
que me prende a minha liberdade.
Não de propósito. Eu sei que não.
Cansa imaginar o que estaria por vir,
quando me perco ainda mais nas dúvidas alheias.
Mas é um cansaço tão estranho.
Não sei se desisto ou se quero ficar sozinha.
Mas, por enquanto,
Ensina-me.
A não ser.
A não querer-te.
Ensina-me a não ter.

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top