Exatidão

Eu sonho com teu sorriso e me atravesso
Só penso no teu nome e não confesso
E eu muda e o mundo mudo de palavras
Pra te trazer a rima mais discreta

Esqueço do passado por direito
Toda escolha feita tem seu preço
Mas não se tem domínio do destino
E eu presa nos teus braços (ainda) uma menina

De longe você foi o mais exato
De perto a minha porta mais aberta
Do seu mundo eu levo a foto inalterada
Do teu sorriso a polegada mais discreta

A dúvida foi sempre a mais bruta
Com a ironia que nos livra a culpa
Meus olhos e os teus olhos na mesma luta
De um laço inquieto com o mesmo inimigo

Mas não se foge nunca de si mesmo
Toda escolha feita tem seu preço
E eu fui correr o mundo de castigo
Com os olhos sempre presos ao teu espelho

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top