Quem me dera se todos os dias
a vida
brilhasse como a claridade da manhã
que reflete através dos seus olhos;

​olhos estes
que transformam meus medos
minhas angústias
minhas frustrações
na mais plena
e completa
felicidade.

e, como disse Neruda,
não quero dormir sem teus olhos;
não quero ser sem que me olhes
porque é nesse olhar
que tudo se
torna,
enfim,
possível. ​

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top