Um singelo lembrete: não entre na vida de alguém se não puder ficar



Em tempos onde os relacionamentos parecem acabar cada vez mais rápido, a maioria das pessoas se desespera achando que não irá encontrar o amor novamente. Quando termina aquele amor de anos, o único pensamento que vem a sua cabeça é o de que "nunca mais irei me apaixonar de novo". Achamos que ficaremos blindados. Que o coração da gente fica frio de um dia pro outro.

A verdade é que a gente continua a mesma coisa. Talvez com a atenção redobrada para não repetir os mesmos erros. Ou talvez com a cabeça na Lua esperando ansiosamente pelo novo.

Mas aí quando você menos espera, aparece alguém. Mas não é um alguém qualquer. É aquela pessoa que, diferente dos teus outros relacionamentos, te escuta. Te faz rir até a barriga doer. Te faz falar coisas que você nunca teve coragem de dizer. Não te critica ou te reprime. É aquela pessoa que parece estar ali para você naquele exato momento que precise.

E aí acontece algo que a gente não aprendeu sobre os relacionamentos líquidos: eles passam. A grande maioria esmagadora das pessoas se interessam pelo que você tem a dizer apenas para chegar até você. E se você é uma pessoa como eu que gosta de ouvir mais do que é ouvida, sinto lhe dizer, mas você está fodido. Todas as pessoas, sem exceção, que eu conversei após o término do meu casamento me falaram sobre seus ex amores. Eu escutei cada palavra. Tive ligações de mais de 5 horas na madrugada ouvindo a outra pessoa sofrer pelo amor que foi embora. E eu respeito. Eu entendo. Eu entendo demais. Se tem uma coisa nessa vida que eu sei fazer é entender o outro lado.

Eu não critico quem ainda ama o ex. Porque nem todo mundo é igual. Porque nem todo mundo conseguiu superar a perda do amor da sua vida. Eu realmente não sei como eu consegui superar, mas garanto que foi um trabalho interno difícil. Foram horas de terapia. Centenas de remédios. Milhões de coisas para entender que o meu amor tinha que partir e eu continuar.

Só que tem algo que ninguém nunca explicou pra gente quando conhecemos alguém: as pessoas deixam marcas. Você pode dizer que não quer se apaixonar, que não quer um novo amor e que a vida é só uma curtição daqui para frente. Ok, real. Mas e quando aparece AQUELA pessoa que parece ser a resposta para as suas dúvidas? Você se fode mais uma vez.

Porque essa pessoa ainda não superou seu término. E provavelmente não irá superar tão cedo. Tudo bem, eu entendo. Mas se você não sabe o que quer, por que aparece na vida de alguém? Por que vai atrás de pessoas para iludir se você não pode ficar?

Se você não pode, não diga nada. Não diga que a pessoa é especial. Não diga que ela é incrível ou maravilhosa. Não diga "eu casaria com você" ou coisas parecidas. Se é apenas para ficar por ficar, deixe claro. Não dói. Não machuca e a maioria das pessoas entende. Não crie falsas expectativas. Não diga que "com você pode ser diferente". Porque a gente sabe que não vai ser. 

Cada história é única. E se você não está pronto para deixar a sua para trás, não entre na vida de alguém que quer começar uma nova. Tem pessoas que parecem feridas. Tem feridas que parecem que vão se curar com pessoas. 

Mas a verdade é que não vão. 

Enquanto não se permitir a viver o novo, por favor, não fode.
(ainda mais quando cada detalhe seu pode fazer a diferença na vida da outra pessoa)

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top